APENAS UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA

APENAS UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA

Talvez os mais jovens (ou desmemoriados) não tenham noção do quanto já foi DURO ser Flamengo. Não propriamente dentro de campo. Nos gramados comemorávamos até mais frequentemente do que nos últimos anos. Mas fora dele ...

Nos envergonhávamos com dívidas, como se nós as tivéssemos contraído. Nos incomodávamos com os nossos sistemáticos atrasos salariais, como se nós fossemos os devedores. Nos abatíamos com os escândalos de jogadores do nosso elenco, como se nós fossemos responsáveis diretos por eles. Curtíamos ressacas de bebedeiras, como se nós a tivéssemos tomado. O nome Flamengo, aqui e no exterior, era sinônimo de mau pagador, trambiqueiro, falido metido a besta.

Muitas vezes chegávamos a evitar o assunto futebol, em rodas de amigos torcedores de outros clubes, porque inevitavelmente seríamos zuados por todos esses motivos acima. E, quando esses se esgotavam, éramos obrigados a ficar ouvindo sobre as mal intencionadas “Engenharias Financeiras” dos Kleberes, os “desvios” dos Edmundos ou das incompetências das Patricias.

Tá bom pra vocês? Mas tem mais!

Quando conseguíamos encaixar um grupo vencedor, na maioria esmagadora das vezes, o víamos ser desfeito ao final do ano, pela nossa incapacidade financeira de mantê-lo. Sem falar no constrangimento que foi ver o nosso próprio Presidente, em horário Nobre no Jornal Nacional, vindo a público dizer, sem rodeios, sobre nossas dívidas e salários com meses de atraso?
- Não há o que fazer. O DINHEIRO ACABOU !!!

Por TUDO isso, meus amigos mais jovens (ou desmemoriados), vocês nem imaginam o quanto essa grande parcela da ala mais antiga da nossa torcida (ou mesmo da mais jovem, desde que conheça nossa história), é agradecida por uma administração que interrompeu toda essa sangria da nossa dignidade. Mais do que isso !!! Por termos nos tornado referência em ética, profissionalismo e transparência administrativa, sem que para isso fosse necessário nos aliarmos a nenhuma MÁFIA Russa, Planos de Saúdes a beira da falência ou AGIOTAS da pior espécie.

Passamos DÉCADAS sendo ridicularizados (por mídia e adversários) e éramos obrigados a nos calar, já que grande parte do que diziam era verdade. Portanto, a gente sabe MUITO BEM qual o significado da palavra “VEXAME”. E, estejam certos, ele passa BEM LONGE de ser vice de um Brasileiro em que fizemos mais de 70 pontos ou ficarmos alguns anos sem conquistar um título de expressão.

Como a maioria de vocês deve saber, não sou o maior fã que o Sr. Bandeira tem e, aqui mesmo neste espaço, fiz questão de pontuar inúmeros erros de sua gestão. Só que isso não me cega para seus méritos, ou me impede de considerar que sua administração nesses seis anos, INEGAVELMENTE, já entrou para a nossa história.

Também acho que é hora de mudar. Que precisamos de sangue novo, de uma postura mais agressiva com relação ao nosso Futebol, de alguém com uma personalidade mais Flamenga no comando, de alguém com mais coragem para peitar essa QUADRILHA na CBF e EXIGIR respeito de uma grande parcela da mídia absolutamente parcial e inescrupulosa.

Sim, que venha um novo comandante! Também anseio por isso. Mas, seja ele quem for, independentemente da cor da chapa que representar, vai encontrar um clube absolutamente diferente daquele que o Sr. Bandeira se deparou e conseguiu, com MUITO trabalho (dele e de sua equipe), mudar a imagem, estrutura e patamar de competitividade.

Seja ele Lomba ou Landim, que venha para somar. Que seja tão competente administrando o nosso futebol, como o Sr. Bandeira foi administrando nossas finanças. Que traga as conquistas no campo que tanto esperamos. Que fortaleçam uma equipe, que já é MUITO forte, sem ser de fantasia. Afinal de contas, seja quem for, vai encontrar um caminho ENORMEMENTE facilitado para tudo isso, pavimentado pela gestão anterior.

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

.