• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

E AGORA SEU POVO PEDE TUDO DE NOVO

Para quem não me conhece o bastante, gostaria de deixar claro que não sou Walin, EBM, Landim, Bap e nem porra nenhuma. Sou FLAMENGO! Não misturo paixão com política e, sendo assim, muito menos faço parte de chapas do clube, independentemente da cor que as identifiquem. Minha simpatia por essa gestão se resume ao fato de ser ela a dos nossos últimos resultados.

Resultados que obrigaram a mídia a falar, e falar bem, constantemente de nós. O problema é que, ao fazerem isso, estejam certos, estavam desagradando aos 80% restantes da população. E aí a conta não fecha, meus amigos. Tem que massagear o ego desse pessoal também, além de bater nos nossos 20%, caso contrário a audiência não alcança os índices desejados.

Como o TERRORISMO com as “previstas/anunciadas/confirmadas” saídas do Gabigol, Mister, Bruno Henrique, Gerson etc. já tinha perdido sua última gota de credibilidade (e as FARSAS dos que se dizem “bem informados” já não rendiam mais clicks), e com a proximidade do aniversário da data mais triste da nossa história, eles acharam o argumento perfeito para atrair a atenção de quase 100%.

Seja em represália por divergências comerciais, vocação para a COVARDIA, por uma das mais repugnantes demonstrações de oportunismo jornalístico, ou a legítima e compreensível preocupação que essa tragédia não se repita, o bombardeio veio forte e, a meu ver, exagerado, na medida em que a justiça ainda nem chegou a conclusão sobre os culpados.

É CLARO que o Flamengo tem responsabilidade (NÃO TODA ELA, mas tem) no episódio. Sabe disso, já paga por isso, e continua tentando acordo com os que ainda não se dispuseram a fazê-lo, para que passe a pagar para esses também.

Essas famílias (6,5) que ainda não chegaram a um acordo (a meu ver, por má influência de seus advogados) têm TODO o direito de pleitear um valor maior do que o aceito pelos outros (3,5) para encerrar o caso. É evidente que SIM !!!

Da mesma forma que nosso Comando tem o direito de seguir à risca as orientações de seus Advogados, o que, muitas vezes, gera um comportamento que pode sugerir conduta insensível e acabar contribuindo para toda essa campanha de ANTIPATIZAÇÃO do Flamengo perante a opinião pública que vem sendo feita.

Querem um exemplo: QUANTAS VEZES vocês ouviram na mídia, que o incêndio, DESGRAÇADAMENTE, aconteceu justamente NA VÉSPERA de ser entregue, a esses mesmos meninos, uma estrutura que era do time principal ???????
Isso mesmo!


Instalações com conforto que, tenho certeza, nenhum outro clube brasileiro oferece a sua base, pouquíssimos oferecem algo parecido mesmo para seus titulares e não sei se um desses meninos tivesse igual em sua casa.

Acho que isso dá bem a medida da importância que o nosso comando dava a esses meninos, ao contrário de descaso, como frequentemente ouvimos na mídia. Só que preferem manter esse detalhe escondido, já que vai em sentido contrário ao pretendido nas matérias.

Nossos Meninos foram vítimas de uma GRANDE INFELICIDADE, como as que acontecem em deslizamentos de terra, vazamentos de gás, ou em correntezas resultantes de uma enchente de grande porte.

Ou também como em um outro incêndio, que destruiu a Igreja de Notre-Dame, em um país de primeiro mundo, com toda a vigilância e manutenção necessária. Por muito pouco, várias pessoas não acabaram morrendo por lá também. O que me convence da ENORME fatalidade do episódio no Ninho. Se houve Crime, foi do Destino.

O Luto pela data já foi cumprido e a torcida/esperança por uma solução rápida para toda essa triste situação continua existindo. Mas está na hora de voltar nossa atenção para o campo novamente, pois temos um Fla-Flu (e um Nenê) para dar troco hoje e VÁRIOS jogos decisivos nas próximas semanas, com um elenco que acabou de voltar de suas MERECIDAS férias.

Podemos realmente estar EM OUTRO PATAMAR, só que, até mesmo por isso, somos vistos como O Time a ser batido na América do Sul. Nossos adversários, este ano, nos terão como seu alvo principal, o que exigirá atenção máxima da nossa parte em todos os jogos.

Chegamos ao lugar onde sempre desejamos estar e nos manter nele, claro, não será nada fácil. Mas, com o material humano que possuímos, é absolutamente legítimo e possível sermos atendidos, quando Nosso Povo pedir TUDO DE NOVO.

Porque ele VAI pedir e, pelo que estamos vendo (mesmo no Carioca, jogando com Time C, e contra equipes de menor porte), com o volume no nível máximo o ano inteiro.    

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!  

Escrito por Ricardo Perez