“A Libertadores é meu foco”, afirma Jorge Jesus, destacando obsessão do Flamengo pelo título

“A Libertadores é meu foco”, afirma Jorge Jesus, destacando obsessão do Flamengo pelo título

O Flamengo avançou, depois de nove anos, às quartas de final da Libertadores da América. A classificação foi difícil, mas memorável para os mais de 60 mil torcedores presentes no Maracanã. A energia do torneio parece ter impressionado, principalmente, o técnico Jorge Jesus. Em entrevista divulgada pelo perfil oficial da competição, o Mister revelou que antes de chegar ao Rubro-Negro não entendia essa obsessão pela Copa. Questionado sobre seu principal foco, o português mostrou ter entendido exatamente o sentimento do torcedor.

Meu objetivo é vencê-la (Libertadores). Este é o meu chip desde quando apareceu essa possibilidade no Flamengo. O meu desafio é a Libertadores. Depois que cheguei aqui, entendi essa obsessão pela Copa Libertadores. Na Europa, o principal desafio é ser campeão nacional. Aqui é a Libertadores. Me fez mudar muita coisa, o pensamento principalmente. Libertadores é o foco número um.

Pelas quartas de final, um brasileiro. O Internacional é o adversário da próxima fase da Libertadores – por ter feito melhor campanha na primeira fase, a equipe colorada decidirá a vaga no Beira-Rio. O Mister revelou, ainda, sua expectativa para o duelo.

O Internacional é uma grande equipe do Brasil e vive uma boa fase. Eu sei que a Libertadores é o máximo. Na Europa, a gente valoriza o campeonato nacional e só depois vem a Champions. Só há dois times que podem vencer sempre a Champions: Real Madrid ou Barcelona. Eu tenho essa cultura, né? Estou ansioso -, declarou.

Mais conhecido como mister, Jorge Jesus não esconde sua admiração pelo futebol brasileiro e pela cultura. Grande fã do esporte, o técnico revelou suas impressões sobre o Campeonato Brasileiro.

O Campeonato Brasileiro é uma coisa que me apaixona. É um campeonato muito difícil, muito competitivo e não há noção disso na Europa. A prova foi o jogo contra o Bahia, minha equipe estava fadigada e foi um jogo muito estressante. O Bahia foi muito forte. É um campeonato de longa duração e você tem que ganhar a maioria das etapas -, afirmou.

Antes de encarar o Internacional, pela Libertadores da América, o Flamengo vai a campo para encarar o Vasco da Gama, em Brasília. O Rubro-Negro é o atual terceiro colocado, com 27 pontos – cinco atrás de Santos e dois do Palmeiras.