Diretor do Flamengo fala sobre especulação de Zach Graham para o basquete: “Jogador interessante”

Diretor do Flamengo fala sobre especulação de Zach Graham para o basquete: “Jogador interessante”

A temporada 2018/19 terminou com sucesso no FlaBasquete. O Orgulho da Nação conquistou o Campeonato Carioca, o Super 8 e, para coroar, levantou sua sexta taça do NBB. De volta ao posto mais alto do basquete nacional, o Rubro-Negro já iniciou os trabalhos para manter a hegemonia na próxima temporada. Além das renovações de Marquinhos, Olivinha, Deryk Ramos, Jonathan Luz e do técnico Gustavo de Conti, nos últimos dias surgiu a notícia da possível contratação do americano Zach Graham, do Brasília.

O Coluna do Fla conseguiu contato com Marcelo Vido, diretor executivo de esportes olímpicos do Flamengo. O dirigente comentou a negociação e elogiou Graham, mas evitou cravar a chegada do reforço.

– Normalmente a gente espera terminar o campeonato (para contratar), é nossa forma de trabalho. Não contratamos antes. Hoje, pela consolidação do programa, muitos agentes ligam oferecendo jogadores. Recebo muito contato de grandes jogadores. Na Europa, na América, atletas europeus, americanos, argentinos… aí a gente avalia. O Zach é um jogador interessante, não é de hoje. Mas a gente só bate martelo quando tiver contrato assinado. É um grande jogador, não é de hoje, de uns 2, 3 anos que o observamos. Mas sem dúvida é um grande nome. Hoje temos a felicidade que agentes querem botar grandes atletas no Flamengo, o que é muito bom para a gente –, disse.

Vido explicou que o momento é de análise, planejamento e – nas palavras do dirigente – “arquitetura” de elenco.

– Esse ano é um pouco mais flexível na quantidade de estrangeiros, temos campeonatos que podem até seis, oito jogadores estrangeiros. A gente está fazendo uma avaliação do elenco. A gente vai ter uma equipe de acordo com o calendário. Uma coisa é só disputar Carioca e NBB, outra coisa é jogar torneio na NBA, Carioca, Brasileiro, Super 8, Liga das Américas… temos que pensar tudo isso. É um trabalho muito assim, é uma arquitetura de um time -, afirmou.