Em primeira partida do ano, Abel dá indícios sobre prováveis capitães do Flamengo

Em primeira partida do ano, Abel dá indícios sobre prováveis capitães do Flamengo

Depois da saída de Réver, que se transferiu para o Atlético-MG, o Flamengo ficou sem um capitão definido. No entanto, os prováveis donos da faixa começaram a ser conhecidos na última quinta-feira (10), quando a equipe rubro-negra estreou na temporada empatando com o Ajax, em 2 a 2, e venceu nos pênaltis. Em duelo válido pela Florida Cup, Diego Ribas iniciou o jogo ocupando a condição de líder entre os jogadores.

Outros nomes apareciam como cotados, como Cuéllar e Diego Alves, e isso se confirmou ao decorrer do confronto. Diego foi substituído no intervalo, e a partir daí, o colombiano passou a utilizar a faixa no braço. Posteriormente, durante a segunda etapa, o volante também acabou saindo de campo, e entregou a responsabilidade nas mãos do experiente goleiro, que retornava à metra do Fla após se envolver em polêmica no fim do ano.

Diego era quem costumava assumir o posto capitão, em 2018, quando Réver estava ausente, como aconteceu na última partida, na derrota para o Atlético-PR. Cuéllar tem menos experiência no quesito, já que esteve com a faixa apenas uma vez, contra o mesmo adversário, no primeiro turno, quando ficou marcado por discutir com Rodinei. Alves, a exemplo de Ribas, também já ocupou o cargo de liderança em algumas oportunidades.

Tido como primeira opção de Abel Braga para ficar com a faixa de capitão, Diego ainda não acertou renovação contratual com o Flamengo. O atual vínculo do atleta acaba em junho, e o meio-campista já pode assinar um pré-contrato com outra equipe. No entanto, a última proposta feita pelo clube agradou o jogador e seu empresário, Djair Ribas. As conversas caminham para um desfecho positivo.