Ex-jogador aponta goleiros melhores e mais seguros que Diego Alves

Ex-jogador aponta goleiros melhores e mais seguros que Diego Alves

O Flamengo foca no jogo do próximo sábado (10), contra o Botafogo. No entanto, o caso Diego Alves ainda é assunto na imprensa brasileira. Por isso, no programa Expediente Futebol, da FOX Sports, o ex-jogador e agora comentarista, Edmundo, falou sobre o tema e aproveitou para apontar goleiros mais seguros que o atual camisa 1 rubro-negro.

Ao ser questionado se Diego Alves iria deixar saudades no Mais Querido, caso seja negociado, Edmundo garantiu que não, pois acredita que o arqueiro não solucionou o problema na meta flamenguista. Além disso, o ex-atleta aproveitou para apontar nomes que são melhores e mais seguros goleiros no futebol brasileiro. O comentarista ainda defendeu César.

Também não acho (César pior do que Diego Alves). Diego não resolveu o problema do gol, não vai deixar saudades. Foi um goleiro excepcional no Valencia. No Flamengo, não foi. Mas não sou a favor de você afastar o cara, não sou a favor. Ele é um patrimônio do clube, tem que ser valorizado. Tem uma eleição, ninguém está querendo se envolver. Mas têm goleiros melhores, mais seguros: Vanderlei, Cássio, tem um monte. Vou até mais longe, Everson, do Ceará, Weverton, do Palmeiras, são melhores. Dão mais segurança ao time —, disse o ex-jogador.

Diego Alves foi contratado após Alex Muralha, então titular, ter falhado seguidas vezes no gol do Flamengo. Não à toa, Muralha foi bastante criticado por grande parte da torcida e da imprensa. No entanto, desde que o atual camisa 1 assumiu a posição, também houveram críticas, pois o jogador oscilou bastante durante as partidas.

Entenda o caso:

Diego Alves se lesionou na semifinal da Copa do Brasil, quando o Flamengo foi eliminado para o Corinthians. Nesta partida, inclusive, ele foi muito criticado pelo segundo gol sofrido, pois, para parte da torcida e da imprensa, o chute de Pedrinho era defensável. Após a eliminação, Mauricio Barbieri foi demitido, e Dorival Júnior assumiu o comando técnico do time. Desde então, César assumiu a posição, enquanto Diego estava lesionado, e fez defesas importantes. Quando retornou de lesão e ficou sabendo que seria reserva, o camisa 1 não aceitou e pediu para não viajar à Curitiba, onde o Fla goleou por 4 a 0 o Paraná. Depois de não ter sido relacionado para o duelo seguinte, diante do Palmeiras, Diego Alves, em reunião com o elenco e treinador, discutiu fortemente com Dorival. Atualmente, o jogador encontra-se lesionado e faz tratamento em horários distintos do restante do elenco rubro-negro.