Fabio Monken: “Hegemonia a um passo. Mas ele deve ser dado…”

Fabio Monken: “Hegemonia a um passo. Mas ele deve ser dado…”

Salve, Salve Nação Mais Linda do Mundo!

Estou de volta ao maior e mais democrático site do Brasil relacionado ao Mais Querido após longas e merecidas férias. Hoje falaremos sobre a tão sonhada hegemonia do Flamengo no futebol nacional e, quiçá, sul-americano. Qual o cenário mais provável para que isso aconteça? O que pode acontecer para que ela não se concretize?

Essas são algumas ponderações que devemos elencar, como um “brainstorm”, para que possamos delinear nosso futuro baseado, apenas, em conjecturas. Mais especificamente na conjunção “se”.

E é apenas o que podemos fazer, simples assim, especular. Não como as barrigadas já famosas e a notícias “caça-cliques” toscas às quais jorram aos borbotões sobre o mercado da bola rubro-negro por aí, mas tentaremos teorizar as situações tornando-as o mais verossímeis quanto possível.

O primeiro ponto a se destacado é o estatuto do Clube de Regatas do Flamengo, o qual foi modificado positivamente, já há algum tempo, é verdade. Explico, agora o estatuto possui a “Lei de Responsabilidade Fiscal” rubro-negra. Esse é mais um instrumento de controle financeiro que o clube utiliza para não ser mal gerido.

Resumindo, se o dirigente gastar além das possibilidades do clube ele pode ter que dispor de seus bens pessoais para cobrir o déficit, simples assim. Mas devemos fazer um contraponto importantíssimo! Todas as instâncias fiscalizadoras do clube devem ser questionadoras e atuantes, para não deixarem as contas saírem do prumo.

Dito isso, falemos do futebol, carro-chefe e pasta maior do Maior Clube do Mundo. O departamento mais importante do Flamengo deve ser bem gerido e bem planejado. Acredito que esse é um departamento que vem se estruturando há algum tempo e que evoluiu muito, vindo a colher os resultados esportivos no ano passado.

O primordial para que as conquistas fossem alcançadas foram duas mudanças: de postura e de planejamento. A postura feroz no mercado e acerto nas contratações fez com que pudéssemos alcançar mais facilmente e êxito esportivo. Já o planejamento, com a contratação do Mister e, fundamentalmente, dando-o carta branca, aprimorou nossa mentalidade esportiva, aproximando-a da mentalidade que impera no velho continente. O portuga quebrou muitos paradigmas dentro do Mengão. Isso é extremamente sadio para o contínuo crescimento da instituição.

Essa mentalidade européia é fundamental para que alcemos vôos ainda mais altos. Ela se verifica através da valorização do elenco, seja por salário ou por renovações contratuais com altos valores de multas rescisórias, nos protegendo, para que os clubes que porventura venham nos assediar saibam dos altos valores que terão que desembolsar para contratar nossos atletas. Hoje nossa saúde financeira nos permite mantê-los.

Acrescentemos nossa consolidação financeira e atuação firme no mercado, onde as equipes que negociam conosco ficam tranquilas e sabem, de antemão, que não ficarão sem os pagamentos dos atletas, haja vista a confiança que o Flamengo adquiriu ao longo de sua trajetória de reconstrução tendo, inclusive, seus balanços publicados trimestralmente e auditados por uma das big four. Isso, meus amigos, faz uma diferença absurda no poder de negociação. Acreditem!

A logística que JJ implantou com vôos fretados, fazendo os deslocamentos mais amenos. As mudanças nos campos de treinamento do ninho com troca do tipo de gramado, os adesivos nas paredes do CT para melhor identificação dos atletas com a história do clube, a iluminação para treinos noturnos e a instalação de campo sintético para treinamento específico quando enfrentarmos adversários com este tipo de piso, etc. Isso tudo faz muita diferença na performance do clube nos diversos campeonatos que disputaremos.

Falando ainda das contratações, se no ano passado reforçamos o time principal fazendo dele o melhor onze das Américas, nesta temporada estamos acabando com o abismo entre o time principal e o time reserva, mais uma demanda do JJ com promessa de atendimento que está sendo cumprida pela diretoria. Isso fará ainda mais diferença e tornar-nos-á o melhor elenco das américas.

Após todos essas divagações, creio que o assunto tenha sido minimamente esmiuçado. Torçamos para que as coisas continuem a caminhar e que a guerra de egos (ela existe de fato!) dentro da diretoria tenha um trégua para que nossa hegemonia seja pavimentada e consolidada ao longo dessa próxima década.

É isso que esperamos. Mantendo as decisões inteligentes dentro e fora de campo, continuando com as finanças controladas e almejando todos os títulos que disputarmos, acredito ser este o caminho para que nosso protagonismo perdure “ad eternum”. Mas isso, só o tempo dirá! Aguardemos… Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo simplesmente é!
Saudações rubro-negras a todos!

Fabio Monken
Twitter: @fabio_monken

Sugestões? Críticas? Elogios?
Deixe seu comentário e faça-o com educação e respeito.
O Debate SEMPRE é salutar, mas a ignorância e a falta de educação são os combustíveis dos fracassados!



Canal no Telegram: Clique aqui e faça parte do nosso canal para receber todas as notícias em primeira mão.