Flamengo emplaca representantes em mais de um setor do ‘Bola de Prata’ desta 36ª rodada

Flamengo emplaca representantes em mais de um setor do ‘Bola de Prata’ desta 36ª rodada

A temporada do Flamengo ganhou contextos inimagináveis para quem iniciou o ano em crise sob o comando de Abel Braga, ex-treinador do clube. A chegada de Jorge Jesus foi fundamental para o Rubro-Negro elevar o patamar e se tornar o time mais efetivo do país. Inevitavelmente, foi possível acompanhar, ao longo do Campeonato Brasileiro, representantes rubro-negros fazendo parte da Seleção ‘Bola de Prata’ e nesta 36ª rodada não foi diferente.

M. Lomba (Internacional); Madson (Athletico), Rodrigo Caio (Flamengo), L. Veríssimo (Santos) e B. Melo (Fortaleza); Araruna (Fortaleza), Maicon (Grêmio), Luciano (Grêmio), Cazares (Atlético-MG) e Evandro (Santos); Gabigol (Flamengo).

O passeio diante do Palmeiras, em pleno Allianz Parque, rendeu mais um recorde ao principal nome do futebol nacional: Gabigol. O artilheiro foi responsável por dois dos três gols da vitória rubro-negra e se tornou o maior goleador de uma edição da era dos pontos corridos (desde 2006) – são 24. Gabriel Barbosa, em uma temporada espetacular, deixou Jonas (ex-Santos) e Borges (ex-Grêmio) para trás e assumiu o topo do ranking.

Antes do confronto contra a equipe paulista, o Flamengo havia quebrado o recorde de pontos e de gols em uma única edição do Brasileirão.

Outro representante do ‘Bola de Prata’, Rodrigo Caio fez seu 59º jogo com o Manto Sagrado – participou de 42 vitórias, 12 empates e cinco derrotas, além de marcar cinco gols nesta temporada.



Canal no Telegram: Clique aqui e faça parte do nosso canal para receber todas as notícias em primeira mão.