• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo não libera entrada de Vigilância Sanitária e Fazenda no Ninho e terá que prestar esclarecimentos

No começo da semana, o Flamengo foi na contramão do decreto de isolamento social da Prefeitura do Rio de Janeiro e reabriu o Ninho do Urubu para retorno gradual dos treinos. Com o descumprimento do decreto, nesta quinta-feira (21), equipes da Vigilância Sanitária e da Fazenda (Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização), foram ao centro de treinamento para a realização de inspeções, mas o Rubro-Negro não autorizou a entrada.

A informação foi divulgada inicialmente pelo Globoesporte.com e confirmada pela reportagem do Coluna do Fla. O Mais Querido alegou que não havia nenhum funcionário do setor administrativo para recebê-los. Ainda conforme o portal, o clube foi notificado pela Vigilância Sanitária e um representante é esperado para prestar esclarecimentos nesta sexta-feira (22).

Confira a nota da assessoria de comunicação da Vigilância Sanitária:

Fiscais da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda estiveram na tarde desta quinta-feira, 21/05, no Centro de Treinamento do Clube de Regatas do Flamengo para conferir denúncia de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, referente a normas de restrição de aglomeração, medida essencial ao enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Na chegada, a equipe foi impedida de entrar sob alegação de não haver funcionário do setor administrativo para acompanhar a inspeção, infringindo o Código Sanitário do Município do Rio de Janeiro (inciso X, Art. 30 do Decreto 45.585/18). Diante disso, o estabelecimento foi autuado e o responsável notificado a comparecer na sede da Vigilância nesta sexta, 22, para prestar esclarecimentos quanto à denúncia e também ao fato ocorrido.

Publicado em colunadofla.com.