Flamengo promete expulsar sócios-torcedores que revenderem ingressos na internet

Flamengo promete expulsar sócios-torcedores que revenderem ingressos na internet

O Flamengo pretende tomar medidas contra os sócios-torcedores que estiverem renegociando as entradas para o jogo de volta da semifinal da Libertadores, contra o Grêmio, dia 23 de outubro no Maracanã. Anúncios com bilhetes a preços muito majorados apareceram no "Mercado Livre" e em grupos de redes sociais nos últimos dias, chegando ao valor de R$ 1.100 por uma entrada.

Anúncios com vendas de ingresso avulso e par que estavam no "Mercado Livre" — Foto: Reprodução

O clube informou que a prática fere o regulamento do seu programa de sócio-torcedor e que a punição prevista é a exclusão do programa. Consultada, a assessoria rubro-negra enviou a cláusula do regulamento que trata da questão:

"Proibição de Negociação de Pontos e de benefícios do Programa Loyalty. Fica expressamente proibida a negociação pelo Sócio-Torcedor dos Pontos e/ou dos benefícios oferecidos pelo Programa, sob qualquer forma, incluindo, mas não se limitando à sua compra, venda, cessões, doações ou permuta de Pontos e/ou dos benefícios oferecidos pelo Programa. A comprovação de tais práticas ensejará a imediata exclusão do Sócio-Torcedor do Programa Loyalty e o cancelamento dos Pontos, independente de serem tomadas as medidas judiciais cabíveis".

A assessoria do Flamengo informou que os próprios torcedores estão denunciando a prática, e que o Internacional adotou medidas semelhantes por problemas similares ocorridos na venda de ingressos para a final da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR:

- O clube está tomando as devidas providências com os sócios que estão infringindo o termo de condição de uso do Programa - informou o Flamengo.

Página no "Facebook" também tem torcedores anunciando venda de ingressos — Foto: Reprodução

No "Mercado Livre", entradas para o setor Sul, que custariam R$ 80 reais cada para sócios-torcedores e R$ 160 para o público em geral, foram anunciadas por até R$ 1.100 cada, ou R$ 2.000 um par. Mas na tarde desta quarta-feira já não era mais possível encontrar anúncios no site com ingressos para a partida.

Em grupos no "Facebook", há anúncios ainda ativos nesta quarta. Duas entradas para o setor Norte, por exemplo (o mais barato do Maracanã), são oferecidas a R$ 1.300, ou seja, R$ 650 cada. Originalmente para sócios-torcedores, essas entradas custariam R$ 70. Para o público-geral, o preço seria de R$ 140, mas todas foram esgotadas antes que não associados pudessem comprar.

Fla ainda não oficializou, mas no site do sócio-torcedor todos setores aparecem esgotados — Foto: Reprodução

A reportagem não conseguiu contato com a assessoria do "Mercado Livre". Também foi tentado contato com o delegado Paulo Sartori, da Delegacia de Repressão aos Crimes pela Internet (DRCI), mas não houve retorno.

Sinta a emoção de ser sócio-torcedor do Mengão e tenha muitas vantagens - clique aqui!

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.