• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

“Jesus voltou, e o Flamengo não fez nenhuma videoconferência em que ele aparecesse”, critica Mauro Cezar

Devido à pandemia da Covid-19, o futebol foi paralisado em diferentes partes do mundo, e no Brasil não foi diferente. Em consequência disto, os clubes acabaram ficando mais distantes de seus torcedores. De acordo com o Uol Esporte, o cenário atual é de pouca promoção de ações com os jogadores e poucas aparições que podiam ajudar com os patrocinadores, como entrevistas em programas de TV ou até mesmo lives em redes sociais.

O jornalista Mauro Cezar Pereira, no podcast ‘Posse de Bola’, comentou sobre uma entrevista de José Colagrossi, do Ibope. Na ocasião, ele criticou os clubes pela falta de aparição de jogadores, técnicos e representantes em programas que não sejam seus próprios meios e redes sociais.

Ele diz uma coisa que é muito importante: os patrocinadores são escondidos pela maioria dos clubes, eles desaparecem. Porque, se o clube coloca o técnico e o jogador para aparecer na televisão em programa esportivo, mesmo por videoconferência, que é o que é possível, fazer live aqui ou ali, dar entrevista e tal, cada vez que o cara aparece, ele está com a camisa e com o logo do patrocinador, do fornecedor de material esportivo -, disse antes de completar:

Você compensa minimamente o seu parceiro comercial, que não está aparecendo porque não tem jogo, não tem treino, não tem nada. Onde aparecem as marcas das empresas que patrocinam os times de futebol? Nos jogos, nos treinos e nas coletivas com aquele painel ali atrás, e simplesmente os caras não fazem nada. O Jesus voltou, já tem umas duas semanas que ele está no Brasil, algo em torno disso, e o Flamengo não fez nenhuma coletiva com ele por videoconferência, em que ele aparecesse -, finalizou.

Publicado em colunadofla.com.