• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Jornalista destaca que “clubes que dependem muito do seu torcedor vão sofrer” com retomada de jogos sem público

Devido à pandemia do novo coronavírus, ainda não há previsão de quando o futebol brasileiro será retomado. Por mais que as discussões sobre o tema tenham ganhado força nas últimas semanas, não é possível definir uma data para que isso aconteça, diferente do que ocorreu na Alemanha. A modalidade teve uma rodada na qual apenas o Borussia Dortmund venceu como mandante, no primeiro fim de semana com jogos no campeonato alemão.

Para o jornalista Arnaldo Ribeiro, no Brasil, o time ‘dono da casa’ passa a perder um importante aliado quando as partidas retornarem. Isso porque, a tendência é que o futebol volte com portões fechados, ou seja, sem a presença dos torcedores. No podcast ‘Posse de Bola’, do Uol Esporte, o comentarista afirmou que os jogos sem torcida amenizam a vantagem do mando de campo que os times tinham. Para ele, a tendência é que a equipe mais forte tecnicamente seja beneficiada ao jogar nessas condições.

Os clubes que dependem muito do seu torcedor vão sofrer. Eu falei com um vascaíno ilustre e o Vasco sem São Januário, sem aquela torcida ali e com um time fraco, conseguindo ganhar os pontos na marra. Sem público, onde o fator emocional pesa menos, é claro que a torcida do Flamengo vai fazer falta, mas não é um impeditivo para o melhor time, pelo contrário, o Flamengo vai ter mais facilidade para jogar fora de casa -, disse antes de completar:

— Agora, para aquele time que depende da casa dele, daquele bafo da torcida para conquistar o seus pontos na marra, isso vai fazer uma falta porque o fator mando não vai ser tão decisivo, assim como essa primeira rodada na Alemanha mostrou, o mando de campo é relativo a partir de agora -, finalizou.

Publicado em colunadofla.com.