Pedrinho lembra goleada do Vasco sobre o Flamengo em 2000, mas esquece de vice para o Rubro-Negro no mesmo ano

Pedrinho lembra goleada do Vasco sobre o Flamengo em 2000, mas esquece de vice para o Rubro-Negro no mesmo ano

Pedro Paulo de Oliveira, conhecido nacionalmente como Pedrinho, é um ex-jogador que atuava como meia e colecionou passagens em grandes clubes. Entre eles, o Vasco da Gama. Foi com a camisa Cruzmaltina que o atleta relembrou o jogo que denominou ser ”o da vida”: goleada por 5 a 1 no Flamengo, pela Taça Guanabara em 2000. A vitória garantiu o time da Colina na final do Campeonato Carioca daquele ano e a decisão foi uma reedição do clássico, mas com o final de sempre: Rubro-Negro campeão estadual.

Quando falam em chocolate eu lembro do 5 a 1 contra o Flamengo. Entrei naquele jogo como se fosse o da minha vida. Quando eu faço o gol de pênalti, vou com bastante raiva pedir silêncio para a torcida (do Flamengo). Depois eu saí fazendo embaixadinha e foi tudo como eu planejei -, declarou.

O jogo aconteceu no dia 23 de abril e contou com uma tarde inspirada de Romário, que marcou três gols. As provocações de Pedrinho e as confusões durante o jogo deixaram marcas que são lembradas até hoje por torcedores cruzmaltinos. Na época, Eurico Miranda, vice-presidente do clube, distribuiu cerca de 40 mil chocolates no Maracanã. A vitória, muito comemorada, classificou o time da Colina para a final do Campeonato Carioca. Porém, após o triunfo, o Vasco acumulou dois vices seguidos para seu rival.

Final do Campeonato Carioca em 2000

Classificados para a final do Campeonato Carioca, o Vasco chegou com moral após a goleada pela Taça Guanabara. No entanto, como de costume há 31 anos, consagrou-se vice-campeão para o seu maior rival. O Flamengo, por sua vez, comemorava o 26º título do torneio.

O Cruzmaltino não sabe o que é vencer o Flamengo em finais do Campeonato Carioca desde 1988, quando conquistou seu último título sobre o Rubro-Negro. De lá para cá, foram seis finais estaduais decididas entre a dupla e seis títulos para o Mais Querido.

O Campeonato Carioca de 2000 foi a 95ª edição do torneio. O Flamengo venceu os dois jogos da final sobre o Vasco. Curiosamente, a soma dos placares resultou em 5 a 1 para os rubro-negros – 3 a 0 na partida de ida e 2 a 1 na volta.

Escalação Flamengo
Clemer; Maurinho, Fabão, Juan e Athirson; Leandro Ávila, Mozart, Fábio Baiano e Iranildo; Tuta e Reinaldo.
Técnico: Carlinhos

Final do Campeonato Carioca 2001

Pedrinho, certamente, não lembrou do vice-campeonato no ano seguinte também. Flamengo e Vasco protagonizaram um jogo histórico naquele dia 27 de maio de 2001 – cheio de emoção e com um gol de fazer arrepiar até hoje.

O primeiro jogo ocorreu no dia 20 de maio e terminou 2 a 1 para o Vasco da Gama. Para ser campeão, na semana seguinte, o Flamengo precisava superar o adversário por dois gols de diferença. Adivinhem o resultado.

O gol de Edílson acendeu a esperança no coração dos rubro-negros, o placar estava aberto no Maracanã. No entanto, ainda no primeiro tempo, Juninho Paulista empatou e deixou vascaínos eufóricos nas arquibancadas. Mas o segundo tempo reservava fortes emoções para os dois lados.

É impossível pensar ou lembrar de Petkovic em campo sem mencionar o gol de falta aos 43 minutos do segundo tempo. Aquele gol. Durante o jogo, o sérvio já havia desperdiçado outras quatro oportunidades de cobranças. Mas foi exatamente ali, em sua última chance de aproveitar o que fazia de melhor, que o meia ajeitou a bola com carinho, deu três passos para trás, respirou fundo e concluiu com a batida perfeita. No ângulo. Sem chances.

Assim, o Flamengo conquistou sua 27ª taça estadual e impôs mais um vice para o Vasco e para Pedrinho.

Escalação Flamengo 2001
Julio César; Alessandro, Gamarra, Juan e Cássio; Leandro Ávila, Rocha, Beto e Petkovic; Edílson e Reinaldo.
Técnico: Zagallo