• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Presidente do Santos alfineta Flamengo: “Foi ousado, mas uma pandemia coloca todo mundo de joelhos”

A paralisação do futebol brasileiro devido à pandemia do novo coronavírus afetou, financeiramente, diversos clubes. Sem que as partidas aconteçam, as equipes não arrecadam com a venda de ingressos, nem com a verba dos direitos de transmissão. O presidente do Santos, José Carlos Peres, em entrevista aos jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana do programa ‘Os Canalhas’, do Uol Esporte, falou sobre o momento em que as instituições esportivas estão vivendo.

Na ocasião, o mandatário pregou união entre os clubes – tanto da Séria A do Campeonato Brasileiro, quando os da Série B. No entanto, aproveitou para alfinetar o Flamengo. Isso porque, atualmente o Rubro-Negro é considerado o clube de maior saúde financeira no futebol brasileiro e, nem mesmo com as finanças em dia, o Mais Querido ‘escapou’ da crise econômica gerada pelo surto da Covid-19.

O que nós precisamos é de autossustentabilidade e isso a gente só vai conseguir a autossustentabilidade se o futebol estiver unido, se os 20 clubes estiverem juntos, da Série A, e os 20 da Série B. Para que você faça uma competição tipo liga na Série A e na Série B, é a única salvação, não tem outra. Não tem duas, é uma saída -, disse antes de completar:

O Flamengo foi ousado, foi campeão brasileiro de forma merecida, mas, ao mesmo tempo, você vê, uma pandemia dessa coloca todo mundo de joelhos igual, porque a fonte é a mesma. Se a fonte morre para o Santos, vai morrer para eles também. Morre para todo mundo -, finalizou.

Publicado em colunadofla.com.