• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Rômulo Moreira: “Michael, o golaço do Mengão”

O atacante Michael vale a aposta. A nova contratação do Flamengo vem evoluindo numa escala de sucesso e mostra que é um talento prodígio do futebol brasileiro. Em 2018, na série B, o ex-esmeraldino fez 33 jogos com 7 gols com 9 assistências. No último Brasileirão, ele brilhou com atuações convincentes. O jogador marcou 9 gols e 5 assistências em 35 partidas.

Em 2019, o garoto baixinho de 1,66 de altura foi gigante. Ele foi considerado a revelação do Brasileiro e o maior driblador da competição. No campeonato, ele driblou 99 vezes. O jogador foi peça chave no esquema de Nei Franco, na qual partia em velocidade, na habilidade para vencer os adversários. Cada vez mais incomum, o novo reforço tem uma característica intrínseca que se remete à brasilidade futebolística e vem se perdendo nas últimas gerações: a finta num espaço curto com a finalidade de quebrar as linhas dos rivais. Nesse sentido, a contratação é importante, já que acrescenta maior repertório técnico ao elenco do rubro-negro.

Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!

O Flamengo precisa entender Michael. Ele é o jogador da velocidade, do 1 contra 1, drible e finalização. Certamente, ao lado de Jorge Jesus, o atacante vai evoluir taticamente, ou seja, aprenderá a jogar sem a bola e compactar numa linha agressiva sem ela. Mais uma vez, o desafio é válido. Num espaço de um ano, o desenvolvimento foi bastante satisfatório, principalmente, na arrancada em direção ao gol e a finalização. E as perspectivas de crescimento continuam, uma vez que o atleta tem 23 anos.

Sobre o aspecto financeiro, muitos jornalistas vêm debatendo na última semana se vale ou não a aposta. Primeiramente, vale lembrar que muito mais do que achismo, quem diz o valor é o mercado. A economia é a ciência regulada pela lei da oferta e demanda. Michael foi disputado pelos clubes com maior orçamento no país como Palmeiras e Corinthians. O Flamengo comprou o atleta em definitivo e pagará, em três parcelas, 7,5 milhões de euros por 80% dos direitos econômicos do atleta. Os times de São Paulo estão com as finanças no vermelho e não conseguiram concorrer. Já o Mais Querido, em 2019, teve um superávit de 112 milhões de reais e mais a venda de Reinier para o Real Madrid – que deve se concretizar por 30 milhões de euros (cerca de R$ 136 milhões), valor referente à multa rescisória. Assim deve entrar 80% do valor (aproximadamente R$ 109 milhões) na conta – e, portanto, o clube carioca pode ir às negociações com barganha.

Além disso, o ex-jogador do Goiás não precisa ser o cara. Ele precisa ser a magia. O elenco campeão da Libertadores é vencedor e qualificado. Logo, a nova contratação vai ter um tempo a mais para a adaptação num ambiente de tranquilidade. Diferentemente do Corinthians, ele já teria a pressão de ser titular e resolver desde as primeiras partidas. Michael só precisa fazer o que sabe, isto é, ir para cima deles e conquistar a Nação. A própria história de vida já mostrou que ele é corajoso e destemido, uma vez que venceu as ameaças de morte do tráfico e a luta contra as drogas. É provável que os golaços como, por exemplo, aquele contra o Internacional, seja questão de tempo.

Publicado em colunadofla.com.