• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Secretário de saúde vai na contramão de Witzel e pede calma por volta aos treinos: “Clubes precisam esperar”

A retomada das atividades pelos clubes de futebol tem sido pauta recorrente entre os órgãos responsáveis do Rio de Janeiro. Em uma live com o vereador Felipe Michel (PSDB), foi a vez de Fernando Ferry, novo secretário estadual de saúde, se manifestar. Ferry foi na contramão do governador Wilson Witzel e ratificou a posição adotada pela prefeitura do Rio, ao vetar o retorno dos treinos.

A comissão técnica da prefeitura, formada por vários médicos, da qual faço parte, aconselhou o prefeito a não liberar os treinamentos por enquanto. A curva está mudando, temos que esperar para ver o que acontece. A situação deve ser avaliada semana a semana, mas por enquanto os clubes precisam esperar -, afirmou Nery, em live realizada na quinta-feira (21).

Ainda nesta quinta, o governador do estado do Rio, Wilson Witzel, se manifestou sobre o assunto, mas tirou a responsabilidade do Governo sobre a decisão do Flamengo de voltar a treinar.

O que eu disse que sou contra são os treinos sem preocupação dos dirigentes. Da mesma forma como os atletas vão ter a preocupação dos dirigentes, a responsabilidade é deles. Os atletas têm de estar protegidos, a carreira é deles. A decisão tem de ser das entidades associativas. Nunca fui contra, só não pode ter plateia. Nunca fui contra o Flamengo jogar de novo, muito menos o Fluminense, o Vasco e o Botafogo. Responsabilidade é dos clubes com seus atletas -, afirmou Witzel.

Ganhe dinheiro com capinhas e acessórios do Mengão!

Em meio a questionamentos e veto da prefeitura, o Flamengo decidiu retomar os treinos no Ninho do Urubu. O chefe do departamento médico do clube, Márcio Tannure, chegou a participar de uma reunião com o prefeito Marcelo Crivella, junto ao comitê voltado ao combate do coronavírus, expôs alguns pontos para volta às atividades, mas recebeu a negativa por parte do órgão estadual.

Publicado em colunadofla.com.