Seis meses após incêndio, Flamengo renova certificado de categorias de base na CBF

Seis meses após incêndio, Flamengo renova certificado de categorias de base na CBF

Desde o trágico incêndio que atingiu o CT do Ninho do Urubu no dia 8 de fevereiro - vitimando fatalmente dez jovens jogadores -, o ​Flamengo trabalha para regularizar a situação de seu Certificado de Clube Formador (CCF), documento emitido somente pela CBF e que garante direitos/deveres no que diz respeito ao desenvolvimento de categorias de base. 

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​De acordo com o ​Blog do Marcel Rizzo, o CCF rubro-negro estava vencido desde a reta final do mês de abril, mas só teve sua renovação confirmada e protocolada pela principal entidade do futebol brasileiro no último dia 19 de julho. A demora para sacramentar a renovação se deu, obviamente, pelo episódio ocorrido no Ninho do Urubu em fevereiro: inspeções, vistorias e outras ações precisaram ser ordenadas antes de aprovar a solicitação do clube.

As ações acima citadas foram realizadas com apoio de entidades locais, no caso, com o auxílio da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ). Avalia-se que o clube está em dia com todas as exigências físicas, estruturais e administrativas referentes à base, com a CBF liberando, enfim, a renovação do certificado ao time da Gávea.

FBL-BRA-FLAMENGO-FLUMINENSE

Entre as principais obrigações do clube referentes às categorias inferiores, estão: ter relação de técnicos e membros de comissões aptos a trabalhar com a base, comprovar participação do clube em competições oficiais, apresentar programa de treinamento que respeite os horários escolares dos atletas, prover assistência média completa e alimentação, comprovar pagamento mensal de bolsa, seguro de acidentes pessoais etc.