Tem vaga? Falcão García vive momento ruim no Mônaco e pode deixar o clube

Tem vaga? Falcão García vive momento ruim no Mônaco e pode deixar o clube

Apesar de ter o melhor ataque do Campeonato Brasileiro, o Flamengo tem recebido muitas críticas, por parte da torcida e da imprensa, pelo desempenho técnico dos seus centroavantes. Henrique Dourado e Fernando Uribe não corresponderam às expectativas. Por isso, o clube pode ir ao mercado do futebol, atrás de um novo nome para posição. Falcão García, da seleção colombiana e do Mônaco, pode pintar como um bom investimento para a próxima temporada.

Radamel Falcão García defende o Mônaco, da França, desde a temporada 2013/2014. O jogador chegou a ser emprestado para o Manchester United e Chelsea, que disputam a Premier League, mas o sucesso na Europa foi alcançado no Porto, de Portugal. Na temporada de 2009/2010, o centroavante marcou 34 gols em 43 partidas disputadas.

O atacante também manteve sua ótima média de gols na duas últimas temporadas europeias, mesmo voltando a conviver com lesão. O colombiano, de 32 anos, balançou as redes adversárias em 24 oportunidades em 36 embates enfrentados, em 2017/2018, e fez 30 tentos em 43 duelos na temporada 2016/2017, quando levou os Vermelhos e Brancos ao oitavo título da Ligue 1. Neste ano, no entanto, o momento de García não é bom. O atleta disputou, até então, 13 duelos e marcou apenas quatro gols, sendo todos pelo Campeonato Francês.

Apesar do atual momento vivido pelo atacante, os seus números pelo Mônaco estão ao seu favor. Ao todo, Falcão García entrou em campo  em 114 jogos, marcou 71 gols e deu 14 assistências. Contudo, contra o atacante, está o fato dele sofrer com lesões, apesar disso ter diminuído nos últimos anos.

De acordo com a France Football, Radamel García esteve disposto a voltar a jogar no futebol sul-americano no início deste ano. Porém, o bom momento vivido, à época, no clube francês, foi um empecilho para que isso fosse concretizado. Com mercado na Europa, o Flamengo poderia enfrentar concorrência mesmo do futebol dos Estados Unidos.

Isso porque, em meado de 2018, Falcão demonstrou estar insatisfeito no Mônaco e quase se transferiu para jogar a Major League Soccer (MSL). O Atlanta United fez uma proposta para o atleta, mas o valor oferecido tinha sido o motivo para que a negociação não fosse concretizada. O Atlanta ofereceu salário de 4 milhões de dólares por ano (R$ 14,9 milhões), bem menor ao que o jogador recebe atualmente, que gira na casa dos 7 milhões de euros (R$ 30,8 milhões).

De acordo com o site Transfermarkt, o atual vínculo de Falcão García com o Mônaco vai até junho de 2020. Porém, segundo a imprensa francesa, o time comandado por Thierry Henry não deve dificultar uma possível negociação do centroavante, que recebe um dos maiores salários do elenco e não tem correspondido às expectativas nesta temporada, além das seguidas lesões que o atacante tem sofrido.

Para a posição, o Flamengo conta com Henrique Dourado, que foi contratado no início deste ano, por cerca de 16 milhões, entre luvas e multa rescisória, Fernando Uribe, que foi contratado do futebol mexicano, sem custos, apenas recebendo luvas, e Lincoln, cria da categoria de base rubro-negra. Dourado, no entanto, pode sair do Fla, caso o Rubro-Negro receba uma proposta que os dirigentes considerem atrativas.