Vai ter lei do ex? Flamengo e Santos se enfrentam em decisão de reencontros

Vai ter lei do ex? Flamengo e Santos se enfrentam em decisão de reencontros

Está chegando a hora de um dos jogos mais aguardados do Brasileirão 2019. Flamengo e Santos se encontram no Maracanã no próximo sábado (14) separados por dois pontos e brigando pela liderança da tabela. Para quem acompanha o futebol brasileiro há alguns anos, é possível ouvir alguns dos nomes envolvidos no jogão e pensar no clube adversário: tanto Flamengo quanto Santos têm jogadores importantes com passagens pelo adversário.

No comando do ataque rubro-negro estão dois jogadores que atuaram juntos na baixada santista. Gabigol e Bruno Henrique marcaram, juntos, mais de 100 gols pelo Alvinegro Praiano. Gabriel foi formado no Santos e é uma das maiores joias do clube pós-Neymar. Ainda muito novo, despontou a fazer gols pela equipe paulista, conquistou os Paulistas de 2015 e 2016 e foi à Europa, retornando ao clube em 2018. Já o atual camisa 27 do Flamengo chegou ao Peixe em 2017, comprado ao Wolfsburg-ALE por 4 milhões de euros. Em Santos, teve início meteórico, mas passou por maus bocados graças a uma lesão no olho.

O Santos tem uma dobradinha de ex-rubro-negros, mas em outro setor: a lateral. Na esquerda, um Garoto do Ninho. Jorge é titular indiscutível do setor e mostra ótimo futebol. Em 20 jogos, anotou dois gols e duas assistências pelo Peixe, além de impressionantes 24 desarmes. Com as boas atuações, chegou à Seleção Brasileira profissional pela primeira vez na carreira.

Já na lateral direita, a situação é diferente. Pará é rubro-negro confesso e apaixonado. Com passagem pelo Santos há dez anos, desfilou seu esforçado – mas pouco brilhante – futebol no Flamengo entre 2015 e 2019. Neste ano, voltou à baixada santista, mas não tem o mesmo prestígio do companheiro de lateral. O ex-camisa 21 rubro-negro é reserva e está impedido de atuar contra o Fla até dezembro de 2019: o Mais Querido impôs como condição para a liberação antecipada uma cláusula onde o Peixe é obrigado a pagar R$ 1 milhão caso o escale.

Outro “ex” que não vai entrar em campo é Diego Ribas. Menino da Vila, o atual Camisa 10 da Gávea foi bicampeão brasileiro pelo Alvinegro. Saiu do Brasil em 2004 e rodou por gigantes europeus até que, em 2016, voltou ao país. Mas para vestir o Manto Sagrado. Diego se firmou como uma liderança do elenco rubro-negro e já até marcou contra o clube que o formou.

Quem pode entrar em campo e precisa muito de um gol contra o ex-clube é Fernando Uribe. O colombiano chegou ao Flamengo na metade de 2018 e nunca se firmou. Pouco menos de um ano depois, o Santos demonstrou interesse e não teve dificuldade para levá-lo para a baixada santista. Em cerca de três meses, o atacante já não é mais tão bem quisto no Peixe: apesar de animar o treinador Jorge Sampaoli nos primeiros treinos, ele está há três meses no clube e não anotou nenhum gol.

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.