Flamengo  RJ
menu
search
ZEBRA SIM, E DAÍ?
25 de janeiro de 2023 às 04:54h
Por Ricardo Perez
ZEBRA SIM, E DAÍ?

Antes de mais nada, gostaria de desejar a todos vocês um 2023 de MUITA saúde, paz e alegrias, extensivo às suas famílias. E como no quesito “alegrias”, para todos nós, o Flamengo está intimamente ligado, é sobre ele que vou falar.

 

Confesso a vocês que, apesar do “Rótulo” ser muito bonito, título conseguido em um jogo só não chega a me fazer roer as unhas. Mas se essa tal Supercopa do Brasil é disputada contra o Palmeiras, aí já muda de figura. Não só por ser um confronto entre os dois clubes mais vencedores dos últimos anos, como também por nosso adversário ser o conterrâneo da ESMAGADORA maioria da mídia esportiva da TV. Mídia essa que, sem outra alternativa neste momento, se vê OBRIGADA a reconhecer nossa superioridade em relação aos demais. Embora SEMPRE com aquele “Veneninho” escorrendo pelo canto de suas bocas, claro.

 

Sim, pois por trás de todos os elogios que temos recebido de muitos desses comentaristas, existe mesmo é MEDO, inveja, despeito. Medo da nossa hegemonia se acentuar cada vez mais. Como continuar com aquela catequese diária de que “o melhor futebol é o de lá”, se SOMOS NÓS a GRANDE força do país e do Continente?

 

Sim, claro, em Futebol tudo é possível. Até mesmo o Palmeiras nos vencer. Mas, no tempo normal, alguém aqui lembra quando foi a última vez que isso aconteceu?
Eu digo: Foi em 12/11/2017 !!! Isso mesmo, há SEIS anos. Nos 11 jogos seguintes, foram 5 vitórias nossas e 6 empates. Algum de vocês ouviu alguma coisa sobre esse detalhe recentemente nesses programas de TV? Não, né? Imaginei!


E contra os outros dois de lá o massacre que impomos a eles é ainda maior. São seguidas eliminações em competições mata-mata, até a grande humilhação que o nosso atual treinador impôs ao mais bajulado deles, quando, depois de recusar uma renovação, afirmou ser IRRECUSÁVEL um convite nosso. Algo que TANTAS lágrimas e ofensas pesadas acabou motivando.

 

Mas é importante que o nosso torcedor mantenha os pés no chão e tenha consciência que essa nossa superioridade técnica se limita ao nosso Continente. O Veneno mais perigoso, que grande parte dessa mídia tenta nos inocular, é tratar uma final contra o Real Madrid como fato consumado e, pior, nos colocar em pé de igualdade com eles, em uma possível final.

 

Isso está MUITO longe da realidade e não devemos cair nessa armadilha. O que só servirá para alimentar os argumentos de críticas contra nós mesmos, de quem certamente estará torcendo contra. Possivelmente um contingente superior a 70% da população em geral e 98% dessa mídia televisiva. Se não for flamenguista, amiguinho, não vai torcer pra nós.

 

Estamos em início de temporada, ainda em fase de “afinação dos instrumentos”, enquanto nossos adversários do Mundial estão em plena atividade, o que faz ENORME diferença. Por isso, não acreditem em facilidade no jogo da semi. Estejam certos de que será um jogo DURÍSSIMO, seja qual for o adversário.
 

E caso passemos para a Final, e o adversário for mesmo o Real, não podemos fugir da realidade.
Nós seremos a ZEBRA. Sim, a Zebra!
A mesma distância na capacidade de investimento que nos diferencia em relação aos daqui, ainda está bastante a favor das equipes europeias em relação a nós.  

O que não impede que Zebras aconteçam. CLARO que não! Ser Zebra não significa perder as esperanças. Apenas que devemos nos doar ainda mais, redobrar a atenção e não desperdiçar oportunidades que surjam, para torná-la possível.

O importante de verdade é estarmos presentes na disputa. A uma distância do considerado favorito significativamente menor do que já estivemos, e com tendência que ela vá diminuindo cada vez mais. Se não der dessa vez, sem problemas. Certamente estaremos lá muitas outras vezes mais. Nosso momento é muito especial, vitorioso, e a tendência é que o futuro continue sendo, cada vez mais.

 

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

Escrito por Ricardo Perez

Comentários