Flamengo  RJ
menu
search
DIA DE TOMAR VACINA CONTRA ZEBRA
19 de maio de 2021 às 10:52h
Por Ricardo Perez
DIA DE TOMAR VACINA CONTRA ZEBRA

Os menos jovens certamente se lembrarão de uma época onde jogo do Flamengo também causava ansiedade. Só que era por MEDO do que se iria assistir. A Série B vivia rondando a nossa porta e os responsáveis por impedir que ela entrasse eram FRAQUÍSSIMOS, nos trazendo uma insegurança imensa e MUITO sofrimento.

Pois bem, o tempo passou e, mais recentemente, a perda do sono e a ansiedade passaram a ter motivo oposto. A partir de 2019, o sentimento passou a ser de tristeza quando nossas partidas acabavam. Gostaria que elas tivessem mais 45, 90 minutos, tamanho o encantamento com o que as assistia.

Quem acompanha o site deve se lembrar de uma coluna que postei aqui cujo título era “Eu Não Tenho Mais Inveja do Barcelona”. Isso porque o prazer de assistir  o Futebol que aquele time jogava, agora eu sentia assistindo O MEU.

Algo que só tinha sentido assintindo nosso time da década de 80,  a Seleção de 82 ou o Carrossel da Seleção Holandêsa.

Como eu gostaria de ter o telefone do Felipão nessa fase, para que pudesse lhe dar uma dica. Como ele havia dito que “Quem quisesse assistir Show que fosse a algum da Ivete Sangalo”, eu lhe recomendaria assistir uma partida do Flamengo, para ele entender que é possível, SIM, vencer ENCANTANDO.

Neste momento, (AINDA) não estamos jogando o mesmo futebol de 2019, sem dúvida. Mas o temos lembrado em diversos trechos das nossas partidas de agora e a tendência é que esses períodos sejam cada vez mais prolongados.
Houve perda de jogadores e mudança de treinador, de comportamento tático, de métodos de trabalho, de condicionamento físico etc. Seria MUITA pretensão da nossa parte imaginar que aquele desempenho se manteria.

Vivemos um período de adaptação às ideias do novo treinador, que possui suas próprias convicções e que ainda está tateando atrás da formação ideal.

Tenho consciência que grande parte da nossa torcida (eu, inclusive) não morre de amores por ele, mas é preciso reconhecer sua grande experiência, sua carreira vitoriosa e sua ousadia. Rogerio Ceni não está nos impondo um “Futebol Reativo”, tão em moda atualmente no praticado por nossos adversários.

Nosso grupo é o mais forte que ele JAMAIS imaginou ter nas mãos e ele SABE disso. Ele não é Burro. É TEIMOSO feito uma Mula Manca, PRETENSIOSO como o Luxa, mas não é Burro. Todo dia, ao acordar e antes de dormir, se ajoelha e REZA, em agradecimento ao Papai do Céu pelo PRESENTE que recebeu.

Pode perder um jogador de excessão como o Gerson? Pode, mas o que fica continua sendo O MAIS FORTE ELENCO DAS AMÉRICAS.

Só que isso não significa dizer que as competições que teremos pela frente serão “Barbadas”.
LONGE DISSO !!!
Nosso TIMAÇO Campeão de 80 perdeu para o Botafogo da Paraíba dentro do Maracanã; as Seleções de 82 e a Holanda do Carrosel não foram Campeãs; e, nem o Barça ganhou tudo o que disputou.

Brasileiro é muito longo (e estaremos MUITO desfalcados em grande parte dele), Copa do Brasil é mata-mata (onde tudo pode acontecer) e Libertadores é EXTREMAMENTE traiçoeira.
Por isso o jogo de hoje é TÃO importante. Não se dá chance ao azar em Libertadores. Temos que carimbar nosso Passaporte para a próxima fase e, de preferência, em primeiro lugar.

Isso não é garantia de nada (especialmente com a nossa “sorte” em sorteios), mas, a possibilidade de fazer sempre os segundo jogos em casa, eu considero bastante atraente. Ontem, os quatro brasileiros que jogaram pagaram mico e hoje é o dia de mostrarmos que somos diferentes deles. Afinal de contas, ISSO AQUI É FLAMENGO.

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

Escrito por Ricardo Perez

Comentários