Flamengo  RJ
menu
search
PROF. PARDAL
21 de maio de 2021 às 08:34h
Por Kassandro Madruga
PROF. PARDAL

Meus caros amigos, estamos mais uma vez na final do Campeonato Carioca, teremos pela frente mais um FLA x FLU, com a chance de conquistarmos o Hexa-Tri.

Deu a lógica, chegaram a final os dois representantes cariocas que se encontram na Série A do Campeonato Brasileiro, os dois times que estão na Libertadores da América, competição mais forte do continente americano, os dois times teoricamente mais fortes.

Contudo, uma coisa tem me preocupado profundamente, como iremos enfrentar o Fluminense? Alguém sabe? E não estou falando sobre jogadores suspensos ou machucados, não estou preocupado com uma possível questão psicológica do Gerson por estar sendo negociado ou de outro jogador qualquer.

Estou muito preocupado com as novidades do senhor Rogério Ceni. Pois esse rapaz, a quem eu achava um treinador inexperiente, mas muito inteligente. Tem tomado decisões assustadoras a frente do Mais Querido.

Uma pessoa inteligente não se arrisca tanto e de forma desnecessária. Se todos nós, meros palpiteiros, temos consciência que ele não é a pessoa mais querida entre nós torcedores, acredito que ele também já deva saber disso. Então, para que ser tão teimoso, tão vaidoso e tão incoerente?

Penso que seja pura falta de humildade. Isso fica nítido em suas coletivas. É tipo aquele jargão, EU GANHO, NÓS EMPATAMOS E VOCÊS PERDEM!

Ficou nítido no último jogo contra LDU, que ele poupou nossos jogadores pensando na decisão do Carioca. Colocando em risco nossa classificação para próxima fase da Libertadores.

Durante a entrevista coletiva, posterior ao jogo contra a LDU, ele declarou que colocou em campo o que tinha de melhor.

Como assim, meu amigo? Isla, Filipe Luís, Diego, De Arrascaeta, Bruno Henrique não tinham condições de jogo? E o que estavam fazendo no banco de reservas? Ficou nítido que estavam sendo poupandos SIM.

E por que isso? Na minha opinião, ele estava unicamente preocupado em conquistar mais um título que ele não tem em seu curto curriculum de treinador e dane-se o resto. Estava pensando mais nele do que propriamente no Flamengo, o que é um pecado mortal para nós que fazemos parte da Magnética. Vaidade é o seu nome, Arrogância seu sobrenome.

Com tudo isso, ele só aumentou a responsabilidade de ter que conquistar o Carioca, passou a ser obrigação ao meu ver. Pois qual a desculpa que ele vai usar se não lograrmos êxito nessa conquista?

Time por time, somos infinitamente superiores ao Fluminense. Individualmente, no onze contra onze, eles ganham da gente em que posição? No máximo em um dos zagueiros. Cansaço não poderá ser alegado.

Então Rogério, plantou, agora colha. Simples assim.

Você se colocou em uma posição de extremo risco desnecessariamente, você se pôs na corda bamba. Porque duvido muito que o senhor continue como treinador do Flamengo, caso perca esse Campeonato.

Só peço uma única coisa, Rogério. Pare de querer ser um Professor pardal, pare de invencionices, faça o simples, escale nosso Flamengo da maneira que o mais desavisado dos torcedores sabe quem são os onze titulares. Não tente bater de frente com nossa torcida, porque você vai estar do lado mais fraco da corda, do lado que arrebenta.

Você jamais será maior que o Flamengo, pare de querer ser a engrenagem, você é só parte dela.

Te desejo toda sorte do mundo, Rogério. Você vai precisar dela e jamais esqueça, nossa felicidade pode ser a sua.

Saudações Rubro Negras!

Isso aqui é Flamengo!

Escrito por Kassandro Madruga

Comentários