Flamengo  RJ
menu
search

Arrascaeta desconversa sobre ser considerado o maior estrangeiro do futebol brasileiro

25 de novembro de 2021 às 12:20h
Arrascaeta desconversa sobre ser considerado o maior estrangeiro do futebol brasileiro

Bicampeão da Copa do Brasil e do Brasileirão, com chances de repetir tal feito na Libertadores, Arrascaeta figura entre principais estrangeiros do futebol nacional

Um dos pilares neste elenco histórico do Flamengo, Giorgian De Arrascaeta está prestes a viver o 49º jogo de Libertadores da carreira. Este mais do que especial, visto que é a segunda final continental da carreira – ambas pelo Mais Querido. Desde que chegou ao Brasil, em janeiro de 2015, o meia marcou dez gols e contribuiu com 11 assistências pela Copa. Contabilizando o saldo geral entre Cruzeiro e Rubro-Negro, o uruguaio participou de 321 partidas em solo brasileiro, balançou as redes 88 vezes, atuou como garçom em outras 83 e levantou 15 troféus. Números que o colocam entre os estrangeiros mais relevantes do futebol nacional.

Questionado sobre a relevância de sua passagem pelo futebol brasileiro e se realmente se considera um dos principais estrangeiros da história, Arrascaeta evitou falar sobre o que já conquistou e preferiu focar no que ainda tem para construir. Disse, ainda, que só terá noção do impacto após a aposentadoria dos gramados.

Sempre se fala muito das coisas que um estrangeiro ganha quando chega aqui. Sou muito feliz com as coisas que eu tenho conquistado, mas não posso ficar satisfeito com o que eu fiz ou com o que posso fazer. Meu pensamento é analisar a carreira quando parar de jogar futebol. É um privilégio que falem do meu nome junto com grandes jogadores que atuaram no Brasil. Meu pensamento é a cada ano ganhar mais e mais, criar uma história rica no futebol brasileiro -, respondeu ao Globo Esporte.

Pelo Cruzeiro, foi bicampeão da Copa do Brasil (2017/18) e campeão do Mineiro (2018). Já pelo Flamengo, clube onde foi mais vencedor em toda sua carreira, levantou os seguintes troféus em três temporadas: Libertadores (2019), Recopa Sul-Americana (2020), Brasileirão (2019 e 2020), Supercopa (2019 e 2020), Campeonato Carioca (2019, 2020 e 2021), Taça Guanabara (2020 e 2021) e Taça Rio (2019).

Agora, terá a chance de conquistar a segunda Glória Eterna, terceira da história do Flamengo, diante de seu povo, em Montevidéu, no Uruguai, contra o Palmeiras. A decisão da Libertadores está marcada para o próximo sábado (27), às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário.

Publicado em colunadofla.com