Flamengo  RJ
menu
search

Coluna do Torcedor: “Libertadores põe adversários parecidos na final, por isso decisão será nos detalhes”

24 de novembro de 2021 às 17:58h
Coluna do Torcedor: “Libertadores põe adversários parecidos na final, por isso decisão será nos detalhes”

Pela terceira vez na história, o Flamengo chega à final da Libertadores. É a oportunidade ideal para a equipe fazer as pazes com a nação, depois da reta final frustrante no Brasileirão. É a oportunidade do time escrever uma página especial no futebol brasileiro, mas não será fácil.

Por um lado, é importante lembrar que mesmo com todo aquele investimento, a equipe de 2019 não era favorita contra o River, e de certa maneira a situação é a mesma de agora, o que pode se traduzir nessas boas coincidências da vida.

Mas afinal, por que não há favoritismo agora? A resposta é um pouco complexa. É importante lembrar que o Flamengo conquistou recentemente dois Brasileirões. Recopa Sul-Americana e duas Supercopas do Brasil, além dos cariocas e, obviamente, o maior título da geração: a Libertadores de de 2019. Porém, o Palmeiras conta com investimentos feitos a longo prazo, que o fez acumular títulos expressivos como 4 títulos nacionais e também o último título continental.

Isso o faz viver uma grande fase no cenário nacional e de harmonia entre equipe e torcida tem melhorado após as últimas rodadas com sua equipe titular apresentando um futebol de alto nível, tanto que estão colhendo os frutos agora, além da harmonia entre equipe e torcida estar mais em sintonia lá do que do nosso lado.

Não será um jogo fácil, a cobrança será altíssima e a pressão pode ser positiva ou não para cada um em campo. O fato é que as duas equipes vem com força máxima, possuem investimentos, tem elencos invejáveis de dar suspiro a qualquer torcedor da América do Sul.

Será um jogo decidido em detalhes, e é a melhor oportunidade possível para conquistar o Mundial depois de 40 anos. A história está pronta para ser escrita, e que alegria é poder acompanhar tudo isso com a mesma vibração de tantas gerações.

Como chega o Flamengo para a final: invicto e a uma vitória da glória eterna, como disse vive um momento turbulento com a sua torcida após a eliminação na Copa do Brasil e oscilações no Campeonato Brasileiro. Por isso, precisa desse título para fazer as pazes com a torcida na qual vive uma lua de mel desde 2019.

Quem pode fazer a diferença? Gabigol, Arrascaeta, David Luiz, Andreas Pereira, Everton Ribeiro… são jogadores de seleção com números e títulos expressivos dentro e fora do cenário nacional.

Pode ter um jogador completamente improvável como herói do título: Michael, ponta-esquerda do time rubro negro, que já ameaçou a deixar o futebol por depressão e viveu problemas no passado com drogas, se tornou a esperança de vitória no Flamengo. Ele é hoje é o novo xodó da torcida com gols, dribles, assistência e entrega todos os jogos. Olho nele, é a oportunidade perfeita para o jovem entrar para a história!

Por: Thauan Gomes

A Coluna do Torcedor é escrita por leitores do Colunadofla.com e não expressa necessariamente a opinião de seus gestores ou colaboradores. Você também pode participar: envie seu texto para o email redação@colunadofla.com!

Publicado em colunadofla.com