Flamengo  RJ
menu
search

Comentarista questiona diretoria do Fla por proposta a Andreas e ‘relutância’ em renovação de Arrascaeta

14 de janeiro de 2022 às 22:18h
Comentarista questiona diretoria do Fla por proposta a Andreas e ‘relutância’ em renovação de Arrascaeta

Rubro-Negro tem se movimentado nos bastidores para manter as principais peças do elenco

A diretoria do Flamengo segue com o planejamento para 2022 e já tem feito alguns movimentos no mercado. Um deles é a tentativa de contratar Andreas Pereira em definitivo. Emprestado pelo Manchester United, da Inglaterra, o jogador possui vínculo com o Mais Querido até o meio do ano. No entanto, o clube carioca pretende pagar uma alta quantia para poder contar com o meia de forma permanente. Comentarista do Coluna do Fla, Paula Mattos questionou a escolha da direção, e lembrou o imbróglio que envolve a renovação de Arrascaeta.

No aspecto técnico, eu acho que não há dúvidas sobre o quanto o Andreas é um excelente jogador. Mas entendo perfeitamente quem questiona o Flamengo no desejo da compra definitiva do atleta. Isso porque, o time inglês não pensa em facilitar a vida do Rubro-Negro, e está querendo uma pedida de 10 milhões de euros, pouco mais de R$ 60 milhões, por um jogador que é responsável pelo maior erro da história do Flamengo. Eu acho que ainda é um valor muito alto. O que me deixa sem entender é: o Flamengo está disposto a arcar com esse valor, mas não quer e reluta para comprar os 25% do Arrascaeta — afirmou.

ASSISTA A ANÁLISE COMPLETA:

A renovação de Arrascaeta depende da compra dos 25% dos direitos econômicos que pertencem ao Defensor Sporting, do Uruguai. A exigência é feita por Daniel Fonseca, empresário do atleta, que deseja que o Flamengo cumpra a promessa de adquirir a última parte do meia. Já no caso de Andreas, a diretoria do Mengo ofereceu ao jogador um contrato até 2026, e agora aguarda uma resposta do Manchester United.

Com a saída de alguns jogadores, o clube conseguiu uma economia na folha de pagamento do elenco. Agora, a intenção da diretoria é usar esse espaço para manter os principais jogadores, e até buscar outros, com o objetivo de reforçar a equipe dirigida pelo português Paulo Sousa. Com o calendário apertado, além de diversas competições ao mesmo tempo, o Mengo precisará dispor de opções qualificadas no plantel se quiser brigar por todos os títulos e não repetir o ano de 2021.

Publicado em colunadofla.com