Flamengo  RJ
menu
search

Homogêneo, consistente, mas com brechas: conheça o Tolima, adversário do Flamengo na Libertadores

28 de junho de 2022 às 13:28h
Homogêneo, consistente, mas com brechas: conheça o Tolima, adversário do Flamengo na Libertadores

Equipe colombiana tem sido muito elogiada pela imprensa esportiva local

Por: Bruno Villafranca

Que Libertadores da América nunca foi um campeonato fácil, todos nós sabemos. E quando o adversário chama atenção pela maneira consistente de atuar, o cuidado precisa ser redobrado. Este é o Tolima (COL), rival do Flamengo na partida da próxima quarta-feira (29). O time do técnico Hernan Torres vem recebendo muitos elogios de quem acompanha o futebol colombiano constantemente.

O treinador, inclusive, está no comando da equipe desde 2020, e de lá para cá, o modelo de futebol implantado tem dado resultados satisfatórios, que enchem o torcedor da equipe de Ibagué de esperanças. A crítica esportiva afirma que este Tolima é um dos times mais competitivos do futebol colombiano dos últimos anos.

COMO JOGA O TOLIMA?

O esquema adotado desde a chegada de Hernan Torres é o 4-2-3-1. O Tolima é uma equipe bastante veloz nos contra-ataques, atua com transições rápidas, dá campo ao adversário e não faz questão de ter maior posse de bola. Pelo contrário. Mesmo atuando em casa, o time colombiano “chama” o oponente de maneira inteligente para atacá-lo em seguida, utilizando dos espaços deixados pelos adversários. Os corredores laterais e o central são bastante utilizados pela equipe da Colômbia com bastante eficiência e velocidade.

NÚMEROS DO TOLIMA NA TEMPORADA

A temporada atual trouxe mais do que um futebol bem jogado pelos colombianos. Trouxe esperança de voos mais altos. O Tolima atuou em 38 partidas, com retrospecto bastante positivo. São 22 vitórias, nove empates e sete derrotas. Um total de 65,78% de aproveitamento. Foram 53 gols marcados e 33 sofridos. Na Libertadores da América, foram seis jogos na fase de grupos. Três triunfos, duas igualdades e apenas um revés, sendo dez gols marcados em nove sofridos. No torneio continental, o Tolima possui média de 44% de posse de bola.

PONTOS FRACOS

Se por um lado, o contra-ataque veloz, a transição rápida e a eficácia do ataque são pontos a serem bastante observados pelo Flamengo, por outro, a defesa colombiana é, sem dúvidas, o “calcanhar de Aquiles” da equipe de Hernan Torres. Apesar de jogadores altos e muito perigosos na bola aérea ofensiva, como por exemplo, os zagueiros Sérgio Mosquera e Moya, defensivamente o Tolima sofre.

O goleiro titular da equipe, Alexander Dominguez, vem sendo alvo de muitas críticas da torcida e da mídia esportiva colombiana. Além deste, o sistema defensivo foi vazado em cinco das seis partidas que disputou na fase de grupos. Atuando em casa contra os brasileiros do Atlético-MG e América-MG, O Tolima sofreu quatro gols em duas partidas, o que enche o torcedor do Flamengo de esperanças de um bom resultado na Colômbia.

O QUE FAZER PARA VENCER O TOLIMA?

Jogar com inteligência. O Tolima gosta de espaço, portanto, o Rubro-Negro precisa atuar de maneira compactada, evitando deixar “buracos” defensivos. Mais do que isso. O time de Dorival Júnior precisa saber marcar muito bem as descidas dos extremos colombianos, que atacam bastante pelos lados do campo. Além de se defender bem, deve saber tirar proveito da fraqueza oferecida pela contestada defesa da equipe da Colômbia.

Tolima e Flamengo se enfrentam às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira, no Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na Colômbia. O Coluna do Fla traz toda cobertura, com live pré-jogo e uma super transmissão com toda nossa equipe esportiva.

Publicado em colunadofla.com