• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Após renovação de contrato com Jorge Jesus, Flamengo vê balança positiva entre custos e títulos, afirma portal

Na noite da última terça-feira (02), o treinador Jorge Jesus deu fim à novela envolvendo sua renovação de contrato com o Flamengo e anunciou que fica no clube. A notícia sobre sua permanência, entretanto, acendeu uma discussão sobre os valores envolvidos na negociação entre o técnico e o time. Porém, de acordo com o jornalista Leo Burlá, do Uol Esporte, o Mais Querido se baseia justamente nos números para festejar a permanência do português.

Desde que chegou ao Rubro-Negro, em junho de 2019, Mister conquistou cinco troféus. Foram mais taças do que derrotas (quatro reveses) à frente do Flamengo. Entre os títulos estão o do Campeonato Brasileiro, Libertadores da América, Supercopa do Brasil, Taça Guanabara e Recopa Sul-Americana. Somadas, essas conquistas significaram algo em torno dos R$ 145,9 milhões para os cofres rubro-negros.

Por definição contratual, Jorge Jesus embolsou cerca de R$ 11,5 milhões em premiações. O custo total com o treinador e sua comissão técnica deverá ser em torno de R$ 26 milhões (somados salários e os bônus previstos em caso de novos títulos). Segundo os cálculos de Burlá, o Flamengo teve um saldo positivo de pouco menos de R$ 120 milhões. Isso porque, os colaboradores de Mister também entram na conta, pois todos têm prêmios definidos em caso de título.

O vínculo entre Mister e Flamengo foi estendido até junho de 2021 e, apesar do sucesso estrondoso em 2019 e no início da atual temporada, Jesus acabou renovando praticamente pelos mesmos valores do ano passado. No novo vínculo, houve um aumento de cerca de 10%, totalizando 4 milhões de euros anuais, o que equivale a aproximadamente R$ 1,7 milhões por mês.

Entretanto, inicialmente, o técnico desejava um valor bem mais alto, algo em torno de 6 milhões de euros no ano. Todavia, com o cenário de crise causado pela pandemia da Covid-19, Mister reduziu consideravelmente sua pedida e mostrou boa vontade em continuar fazendo história à frente do Rubro-Negro carioca.

Publicado em colunadofla.com.