• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Filipe Luís explica queda de rendimento do Flamengo

O Fla x Flu teve dois momentos distintos: o início dominante e o drama no final do jogo. Após abrir 3 a 0 no começo do segundo tempo, o baile virou drama. A equipe levou dois gols em erros da defesa e precisou suportar a pressão do clube das Laranjeiras para sair com a vaga para a grande decisão. O lateral Filipe Luís garante que a equipe diminuiu a intensidade.

— Não é nada físico, é mental. Não é a primeira vez que acontece com a gente. Fizemos o terceiro gol e, a partir daí, tiramos um pouco o pé do acelerador. Quando se faz isso contra um time do poder do Fluminense, com grandes jogadores, um grande técnico, eles aproveitaram as chances deles. Fizemos uma falta e não estávamos tão atentos na bola parada. Acabamos tomando o primeiro gol, até tivemos chance de fazer o quarto, mas eles tiveram bem no final do jogo. A partir daí, só defendemos o resultado e deixamos de ser o Flamengo, essa é a realidade do que aconteceu. Mas o time está bem e sabemos que temos uma final, chegamos em um grande momento

Assista à Recopa, entre Flamengo e Del Valle, DE GRAÇA, PELO CELULAR!

No primeiro tempo, o Flamengo dominou o clássico, e os tricolores não viram a cor da bola. Logo no primeiro minuto, o “Rei dos Clássicos” Bruno Henrique colocou o Rubro-Negro à frente no jogo, o clube da Gávea voltou a pressionar e ampliou o placar logo aos 08, depois de Gabigol aproveitar o erro da defesa do Flu. O Mais Querido retornou à segunda etapa novamente com ímpeto, e marcou o terceiro rapidamente. Nos últimos 30 minutos, erros defensivos coloraram o rival de volta à partida.

O Mais Querido segue sua preparação para a finalíssima da Supercopa do Brasil, contra o Athletico-PR. O confronto será disputado no Mané Garrincha, no domingo (16), às 11h (horário de Brasília). O vencedor leva para casa o prestígio de ser o primeiro campeão da competição e R$5 milhões.

Publicado em colunadofla.com.