• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Jardine enaltece potencial de Reinier: “É o mais jovem da equipe e a gente não consegue ver diferença”

Reinier, no auge dos 17 anos, tem conquistado cada vez mais admiradores com a bola no pé. Negociado com o Real Madrid, o Garoto do Ninho segue concentrado e focado no pré-olímpico com a Seleção Brasileira sub-23 – e só depois embarca rumo à Espanha. No último domingo (12), André Jardine pode testar seus atletas durante um jogo-treino contra o Boavista, antes da ida à Colômbia. Utilizado por cerca de 30 minutos, a joia rubro-negra marcou um gol e fez o suficiente para impressionar, também, o treinador da categoria.

Ele é o mais jovem da equipe e ainda sim a gente não consegue perceber a diferença. Está vivendo um momento mágico também, é uma sorte poder contar com ele. Acho que ele é um clássico camisa 10. Jogador que tem que estar próximo ao gol, porque tem potencial de definição muito grande. É um daqueles 10 que sempre vai fazer gol -, disse Jardine.

É um jogador que me impressionou bastante nessa semana de treinamentos. Pelo nível de talento e pela forma que consegue se impor, colocando suas qualidades dentro de campo. Acredito que vá ajudar muito nossa equipe. A gente percebe que ele está de bem com a vida e que tudo que ele está fazendo está dando certo -, completou, destacando a boa fase do atleta.

Reinier soube aproveitar com qualidade seus 30 minutos em campo – participou da jogada do segundo gol, finalizou na trave e marcou o terceiro tento brasileiro na goleada por 4 a 0. André Jardine explicou o pouco tempo com o atleta em campo.

Ele vem de um desgaste maior que a maioria por ter parado depois. Também por tudo isso que vem vivendo, exames físicos, testes, a gente entende. Ele merece cuidado especial por ser mais jovem. Então, quando ele sentiu fadiga na posterior a gente optou por tirar -, contou.

O próximo treino da Seleção acontece na terça-feira (14), contra a Portuguesa da Ilha, em Teresópolis. O compromisso é o último antes do embarque para a Colômbia – onde duela por uma vaga em Tóquio 2020.

Publicado em colunadofla.com.