Cuca 'rebate' entrevista de Jesus, elogia trabalho do português e diz: 'Flamengo tem 11 jogadores ...

Cuca 'rebate' entrevista de Jesus, elogia trabalho do português e diz: 'Flamengo tem 11 jogadores ...

Questionado sobre uma entrevista antiga de Jorge Jesus, na qual ele afirma que os técnicos brasileiros estão ultrapassados, o técnico Cuca "rebateu", elogiou o trabalho do português no Flamengo, equipe que lidera o Campeonato Brasileiro com 39 pontos em 18 jogos, mas também exaltou o elenco que o treinador rival tem.

"Eu vejo que ele tem hoje, por mérito dele, mas por muito mérito do Flamengo em geral, um baita time. Os 11 que jogam são nível seleção. O goleiro, os dois laterais, os dois zagueiros. Um volante, o Arão, o Gerson hoje podem ir para a seleção, a linha de frente, com Arrascaeta, que é seleção, Gabriel, seleção, Bruno Henrique, seleção. Então, foi montado uma estrutura maravilhosa dentro do orçamento que eles tinham. Isso tem de se tirar o chapéu. Não so para o treinador, mas para o clube", disse Cuca.

O treinador do São Paulo também ponderou a declaração dada por Jesus e que foi publicada na revista francesa "So Foot" na última terça.

"Tem muita gente pensando: 'Ele está no Brasil e falando mal dos técnicos brasileiros'. Essa entrevista foi ano passado quando ele tava no Al-Hilal para uma TV e um jornal francês divulgou agora. Acho que essa pergunta que você me fez poderia ser feita hoje ao Jorge Jesus agora que ele tem um conhecimento maior do futebol brasileiro, dos treinadores, ainda que ele não tenha enfrentado todos, mas ele vai poder dizer se ele teve alguma dificuldade com algum time ou se os treinadores estão ultrapassados".

"Pelo que vi dele, que tem ética profissional, ele foi muito bem recebido por todos nós. Teve um curso na CBF e o Mancini me disse que todos os técnicos, os 20 que estavam lá, o receberam muito bem. Acho raro que ele venha a falar isso hoje. Acho que o sentimendo dele não seria esse hoje. Claro que os técnicos brasileiros tem muito o que evoluir. Isso vira é mexe é falado. Não me sinto de forma alguma ultrapassado. Sigo tudo que é jogo, tudo que é treinamento. Se pegar um treinamento meu ou de qualquer outro treinamento da maioria e comparar com os treinamentos que se têm lá fora não vai ver diferença. Tudo online, tudo interligado. Você tenta jogar o mais próximo possível. O que se tem hoje são estratégias".

O assunto Flamengo gerou outra pergunta para Cuca: o São Paulo pensa e tem condições de bater de frente com o Flamengo?

"Não é bater de frente com o Flamengo. A gente quer ter uma regularidade. A gente teve um tempo atrás e quer retomar e ver o que de melhor podemos fazer. Não temos tantos jogadores nível seleção, mas tenho confiança total nesses jogadores que estão aqui em fazer um segundo turno, dar uma arrancada", disse Cuca.

Retornos para domingo

Retornos para domingo O que deixou o técnico feliz é a possibilidade de ele contar com uma lista de reforços para o jogo contra o CSA, no Morumbi, no próximo domingo, pela 19ª rodada do Brasileirão. Casos de Hernanes, Pato, Pablo e Toró, que estavam no departamento médico, além de Daniel Alves, que retorna da seleção brasileira, e Antony, que estava na equipe olímpica do Brasil.

"Agora tenho o retorno deles, tenho a presença do Daniel de novo, e a gente tem tudo para crescer de produção, fazer um bom jogo e terminar esse turno da melhor forma possível, com 34 pontos, que não é o que a gente almejava, mas nos deixa entre os quatro ou cinco primeiros e na alça de mira dos líderes, que é nosso grande objetivo. Quem sabe a gente dá mais uma arrancada como fizemos na parte final do primeiro turno para entrar de novo na briga pelo campeonato", disse.

O São Paulo tem 31 pontos e está na quarta colocação do campeonato. Não vence há três partidas (duas derrotas e um empate), jogos em que não fez gols.

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.