• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Ex-dirigente do Flamengo admite que Jorge Jesus foi procurado antes da saída de Abel Braga

Apesar dos títulos vencidos em 2019, o Flamengo passou por períodos de instabilidade durante a temporada, sobretudo sob o comando do técnico Abel Braga. Sem atingir o nível esperado, Abel pediu demissão do Fla após alegar que a diretoria deu sinais de desconfiança em seu trabalho. A hipótese jamais havia sido confirmada, no entanto, o ex-gerente de futebol Paulo Pelaipe revelou que, de fato, Jorge Jesus já tinha sido procurado pelo Rubro-Negro, antes de Abel deixar o cargo.

Em entrevista concedida ao programa Mesa Redonda, o ex-dirigente detalhou o momento em que o Flamengo iniciou a busca pelo Mister. Em trecho, Pelaipe cita que o primeiro interesse teria sido antes partida contra o Atlético-MG, ocorrida no dia 18 de maio, pela quinta rodada do Brasileirão. A saída de Abel, por sua vez, se deu no dia 29 do mesmo mês.

– O responsável pela contratação dele foi o Marcos Braz. Eu indiquei ele ao Marcos. Estava no momento de transição, sobre a possível saída do Abel. Eu acompanhei o trabalho do Jesus enquanto morei em Portugal, durante cinco meses. Ele me chamou atenção pelo comprometimento. Eu li a notícia que ele tinha saído do futebol árabe e teria que pagar uma multa muito grande se quisesse voltar para Portugal – disse ele, antes de citar a referência cronológica:

– Falei para o Marcos a respeito dele e, quando fomos jogar contra o Atlético-MG, ele estava conversando com o pessoal do Atlético. Tirei uma foto e mandei para o Marcos, que estava na Alemanha fechando o contrato do Rafinha. O Marcos conversou com o Giuliano Bertolucci, que trouxe o Jesus para Belo Horizonte. Da Alemanha, o Marcos já conversou com ele e acertou isso.

Pelaipe deixou o cargo de gerente do futebol no início deste ano, após não ter seu contrato renovado. Vale destacar que, por parte de Marcos Braz, vice-presidente da pasta, a ideia era manter Pelaipe na gestão. No entanto, a renovação não foi liberada pelo presidente Rodolfo Landim.

Publicado em colunadofla.com.