O Flamengo é refém do Marcos Braz

Meus amigos flamenguistas, queria escrever sobre o jogo de logo mais, sobre as expectativas da temporada que se inicia, do clássico de domingo, mas ao que parece o Flamengo como instituição virou refém de um dirigente ultrapassado, maquiavélico e mentiroso.

Sim, mentiroso com todas as letras, afinal de contas o Sr. Marcos Braz mentiu utilizando a estrutura do clube por um ato cometido por ele fora de suas atribuições como Vice Presidente de Futebol. A instituição Clube de Regatas do Flamengo teve a sua imagem manchada por este senhor.

E o que é pior, o presidente do clube destinou todo o corpo jurídico do clube para defender o parceiro político. O VP Jurídico do clube, Rodrigo Dunshee de Abrantes, deu entrevista em frente à delegacia defendendo Braz incondicionalmente de todas as acusações e ainda acusando o torcedor agredido de bandido.

Marcos Braz deu uma coletiva de imprensa dentro do Ninho do Urubu para se defender das acusações, pediu que os jornalistas ali presentes acreditassem nele, mas com as imagens do dia da agressão divulgadas ontem, viu-se que ele usou as instalações do Flamengo para mentir descaradamente.

Lembrando a todos, que Marcos Braz é vereador pela cidade do Rio de Janeiro e na hora da sessão legislativa, o mesmo estava mordendo uma virilha em um shopping bem afastado da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, e o que é pior, ele assinou a lista de presença na sessão.

Ele colocou o Flamengo nas páginas policiais, fez o clube ser chacota com a agressão cometida no ano passado. Ao usar as dependências do clube para falar de algo particular dele, e com a conivência do Sr. Rodolfo Landim, a instituição foi maculada.

Porém se engana que algo irá acontecer. Para quem estava vendo o Sr. Landim bastante falante e presente durante a viagem aos EUA, agora a ordem é não se pronunciar sobre o caso. Ora bolas! Não deu toda a atenção ao agressor com apoio jurídico, uso das instalações e transmissão ao vivo da FlaTV? Segurou a criança, agora embale o neném.

Está com medo de tomar alguma atitude por ser ano eleitoral e isso tirar seus votos? A atitude que deveria ser tomada, se realmente tivéssemos uma gestão profissional, era de afastar o Braz naquele momento (sendo inocente ou não) para que ele de forma particular, se defendesse das acusações e não trazer para dentro do Flamengo um problema causado exclusivamente pelo destempero de um VP que não aceita críticas, sejam elas justas ou não. O cargo de VP, técnico, diretor ou jogador do Flamengo está sujeito às críticas e elogios, são o ônus e o bônus de se estar em um clube gigantesco como é o Flamengo.

E se não está preparado para receber as críticas, sejam justas ou não, fique em casa, não assuma um cargo do qual você pode se sujeitar a isso. Não é só de babação de ovo e puxassaquismo que o cargo tem, apesar de muitos influencers e jornalistas o fazerem para não perder privilégios, e que desde ontem andam caladinhos.

Como muitos já disseram sobre a gestão atual, o maior inimigo do Flamengo está dentro do Flamengo. Será que nas empresas do Sr. Rodolfo Landim, caso um de seus principais diretores estivesse envolvido em um caso de polícia, ele o manteria no cargo ou o afastaria para que resolvesse o caso?

O que sabemos, até o momento, é que o Marcos Braz mentiu de forma descarada usando as dependências do clube e cabe agora a justiça o punir da forma que a lei determinar. Quanto ao Flamengo? Seguirá da mesma forma como se nada tivesse acontecido, afinal de contas, Landim precisa preservar seus votos este ano.

Saudações Rubro-Negras!

P.S.: Fiquem com as palavras do próprio Marcos Braz e as imagens divulgadas.

Share this content: